Você e sua empresa querem SERVIR ou SEREM VISTOS?

A habilidade de Orientação para Serviços é definida pelo Fórum Econômico Mundial como uma busca ativa por maneiras de ajudar os outros, fazendo com que se sintam bem atendidos e bem-vindos.

Essa habilidade, considerada como uma das mais importantes no cenário atual, nos convida a pensar no ato de servir – trabalhar em favor de algo além de nós mesmos – e com isso, somos convidados a olhar para as relações e o ato de colaborar.

Precisamos começar a atuar de forma colaborativa para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade, conforme descrito no relatório “Transformando nosso mundo” da ONU.

Vivemos em um momento que as relações estão mudando. O ser humano volta a ser um fator fundamental na construção de um Futuro Sustentável que só será possível se encontrarmos formas de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações.

Esse é o compromisso da ONU ao definir os 17 principais desafios – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e as 169 metas a serem cumpridas até 2030. 

SERÁ QUE CONSEGUIREMOS?

Para que isso aconteça, as empresas são peças-chave ao transformar os desafios em oportunidades de negócio.

Segundo o Pacto Global, as empresas possuem grande potencial de transformação da sociedade. Dos 200 maiores PIBs do mundo, 157 são empresas. A receita das 10 maiores equivale aos 180 menores PIBs. Além disso, as organizações têm potencial para influenciar público interno e externo.

Dessa forma, para que os ODS sejam alcançados, o setor privado desempenha um papel primordial, seja no alinhamento de suas atividades à agenda global de sustentabilidade ou pelo poder de influenciar seus públicos e, com isso, contribuir para direcionar comportamentos.

O alinhamento dos negócios aos ODS hoje é uma questão de sobrevivência. Quem não está fazendo isso, coloca em risco a sustentabilidade da sua operação e provavelmente deve estar mais preocupado em ser visto do que servir deixando de lado a habilidade de orientação a serviços, destacada pelo Fórum Econômico Mundial.

NEGÓCIOS PRECISAM SER CRIADOS PARA RESOLVER UM PROBLEMA REAL NO MUNDO.

Para quem está começando a empreender, uma sugestão é iniciar o projeto tendo os ODS como referencial. Para quem já empreende, rever processos e relações pode ajudar a melhorar o negócio visando algo positivo para sociedade.

Existem várias medidas que podem ser tomadas em diferentes níveis: individual, da empresa, do setor e da política para alinhar a organização com os ODS.

A Comissão de Desenvolvimento Sustentável e Empresarial faz seis recomendações fundamentais aos líderes:

  1. Desenvolver apoio para os ODS como a estratégia de crescimento correta nas suas empresas e em toda a comunidade empresarial
  2. Recuperar a confiança da sociedade e garantir a licença de operação através do trabalho com os governos, consumidores, os trabalhadores e a sociedade civil a fim de alcançar todas as Metas Globais
  3. Integrar os ODS na estratégia da empresa
  4. Promover a transformação em mercados sustentáveis com pares do setor
  5. Defender um sistema financeiro orientado para o investimento sustentável a longo prazo
  6. Colaborar com os formuladores de políticas públicas no pagamento do custo real dos recursos humanos e naturais

ALGUMAS DICAS PRÁTICAS PARA DESENVOLVER A HABILIDADE DE ORIENTAÇÃO PARA SERVIÇOS:

  1. Profissionais encontrem caminhos para realizar seu propósito no mundo contribuindo com um ou mais ODS
  2. Empreendedores procurem desenvolver produtos e serviços que solucionem problemas reais
  3. Líderes mostrem aos colaboradores com quais metas sua empresa contribui, isso ajuda a dar mais sentido ao trabalho

QUER DESENVOLVER ESSAS COMPETÊNCIAS PARA O FUTURO?

Participe da série AULA INTEGRATIVA: Desenvolvendo Competências para o Futuro, aulas ao vivo, 100% on-line e 100% gratuitas para que você se torne um profissional do Futuro, apto a lidar com os desafios do Agora.

Garanta sua Vaga

Conheça o novo ranking das 15 principais habilidades para 2025

Fonte: Pesquisa Futuro do Emprego 2020, Fórum Econômico Mundial.

  1. Pensamento analítico e inovação
  2. Aprendizagem ativa e estratégias de aprendizagem
  3. Resolução de problemas complexos
  4. Pensamento crítico e análise
  5. Criatividade, originalidade e iniciativa
  6. Liderança e influência social
  7. Uso, monitoramento e controle de tecnologia
  8. Projeto e programação de tecnologia
  9. Resiliência, tolerância ao estresse e flexibilidade
  10. Raciocínio, resolução de problemas e ideação
  11. Inteligência emocional
  12. Solução de problemas e experiência do usuário
  13. Orientação de serviço
  14. Análise e avaliação de sistemas
  15. Persuasão e negociação

Deixar uma resposta