Livro Carreira Saudável por Rebeca Toyama

Livro Carreira Saudável

Equipe diante do LAYOFF: Entenda a importância de preparar grandes líderes para momentos de crise

Matéria escrita por: Rebeca Toyama

Especialista em carreira afirma que líderes podem não estar preparados para lidar com os times desfalcados e abalados

Layoff é um termo que está sendo muito falado nos últimos meses, e ilustra o cenário de um fenômeno de demissão em massa dentro de empresas como Google, Microsoft, Twitter, Meta, entre outras. Especialistas comentam que esse é um movimento de mercado e não um problema de equipe ou de qualificação dos profissionais. Por isso, Rebeca Toyama, especialista em carreira, comenta sobre o movimento e traz dicas de como os líderes e profissionais podem passar por esse momento de maneira mais saudável e que não impacte tanto no dia a dia do time.

O mercado está seguindo em uma tendência de redução de custos, e muito se dá por conta da desaceleração macroeconômica e de um cenário de inflação e juros altos em todo o mundo, e esse momento de mercado está bem diferente do que já havia acontecido em décadas passadas. Há um movimento econômico de desaceleração, mas nos últimos anos novas tecnologias surgiram no dia a dia das empresas.

As incertezas e o grande número de crises acontecendo simultaneamente no mundo estão impactando as empresas, portanto, é importante ressaltar que os riscos globais também impactam todas as organizações e também as carreiras. E vale apontar, que risco global é definido como a possibilidade de ocorrência de um evento ou de uma condição que, se ocorrer, impactaria negativamente uma proporção significativa do PIB global, população ou recursos naturais.

Para Rebeca Toyama, especialista em carreira, diante de todos os últimos acontecimentos, cada vez mais os grandes, médios e pequenos empresários têm que ficar atentos aos riscos globais. “Não basta colocar a culpa nos governos ou nas empresas, chegamos em um momento de grandes desafios nos quais só vamos superar se todos se envolverem, e precisamos desenvolver a capacidade de colaboração, que é uma das competências das habilidades do futuro apontada pelo Fórum Econômico Mundial. E vale lembrar, que os desafios podem se transformar em oportunidades, mas desde que tenhamos o espírito de colaboração” afirma Rebeca Toyama, especialista em carreira.

Demissão em massa: Como ficam as equipes? 

Liderar uma equipe depois do Layoff será desafiador e demandará muita habilidade dos líderes para não comprometer os resultados, porque o time terá maior sobrecarga, estará abalado e até desconfiado em relação ao futuro da empresa e de sua própria segurança no emprego.

Segundo Rebeca, as questões de saúde mental oriundas do período pandêmico, agravaram ainda mais a saúde psicológica das equipes e junto com o desafio atual, com relação ao desfalque, provavelmente, as empresas poderão manter suas metas e objetivos, mesmo com equipes menores.

“Aqui, é importante que os líderes estejam cientes da importância de fornecer suporte emocional e profissional aos funcionários restantes, além de tomar medidas para ajudar a equipe a se adaptar à mudança. Isso inclui ajustes nas tarefas, redistribuição de responsabilidades e treinamento adicional, porém, esse é um ponto de atenção para as empresas, dando suporte para os líderes conseguirem acessar os colaboradores de forma assertiva”, afirma Toyama.

Profissionais demitidos

Uma carreira é feita de ciclos, e no momento de demissão por Layoff, não ajudará ficar pensando nos erros cometidos e nas oportunidades perdidas para não se frustrar, gerando ansiedade e estresse. Portanto, a chave do sucesso é focar no presente para gerar um futuro melhor, investindo em conhecimento para a carreira, por exemplo.

Trabalhar algumas habilidades como resiliência, inteligência emocional, colaboração, e proatividade para resolver problemas, será um diferencial na carreira. “Sabemos que sempre haverá espaço para profissionais que trabalham em alguma coisa relevante. Portanto, investir em diferentes frentes e também em habilidades que já somos muito bons, é um ponto importante. Vale dizer que quanto mais forte for sua habilidade de gerir a mudança, maior sua chance de manter um estilo de vida saudável e produtivo.”, finaliza Rebeca Toyama.

Rebeca Toyama, especialista em carreira, traz 6 dicas para os líderes e profissionais passarem por essa fase de maneira mais saudável:

Para líderes:

1- Cuide da saúde emocional de sua equipe, busque ajuda se necessário;

2- Não assuma o papel de herói, vulnerabilidade não é pecado;

3- Fique atento com sua comunicação, procure manter o clima saudável.

Para profissionais:

4- Acione sua rede de contatos, mas não assuma uma narrativa vitimista;

5- Atualize seu kit recolocação: LinkedIn, currículo e redes sociais;

6- Autocuidado, essa etapa vai demandar saúde mental e física.

Fonte: CGMAIS

0 IMG_1756
ACI e Lar Sírio
Livro Carreira Saudável 05
Congresso 03