Livro Carreira Saudável por Rebeca Toyama

Livro Carreira Saudável

Parece que o homo sapiens está definitivamente sendo convidado a pensar

Matéria escrita por: Rebeca Toyama

A vida é uma grande experiência que captamos pelos nossos 5 sentidos: olfato, paladar, tato, audição e visão. Por isso, cada pessoa interpreta a realidade de uma forma muito particular.

Além de depender da qualidade física para perceber o mundo ao nosso redor, o que escutamos, vemos, cheiramos, tocamos e degustamos passa pelo filtro das emoções antes de chegar em nossa mente. E é esse filtro que faz com que a mente generalize, distorça ou omita uma experiência para em seguida emitir uma opinião e dar a ela o mesmo status de um fato.

Por exemplo, algo acontece a uma pessoa que pode, através de uma única experiência:

  • Generalizar: acreditando que o resultado obtido se repetirá em todos os momentos e ambientes;
  • Distorcer: culpando alguém ou a si mesma por um fato ocorrido e entendendo que essa situação aconteceu somente com ela;
  • Omitir: fingindo que nada aconteceu, ou simplesmente esquecendo.

Esse processo acontece em questão de segundos, diversas vezes ao dia e por isso não é de se estranhar o atual cenário sócio-político mundial de extrema incompreensão e intolerância.

Podemos ver o reflexo disso no último “Relatório Trabalho do Futuro” do Fórum Econômico Mundial, que trouxe o pensamento analítico e inovação no topo da lista de habilidades para o futuro e pensamento crítico e análise em quarto lugar.

Parece que o homo sapiens está definitivamente sendo convidado a pensar. E para isso será necessário cuidar da saúde física para sermos capazes de absorver e aprender, por meio dos nossos 5 sentidos as experiências que a vida nos oferece.

Para pensar de forma analítica e inovadora será necessário entender melhor as emoções, com o intuito de cessar os julgamentos e, assim, conseguirmos apreender com nossas experiências. 

TENDÊNCIAS E AS PRINCIPAIS HABILIDADES NO NOVO RANKING DO FÓRUM ECONÔMICO MUNDIAL

Pensamento analítico e inovação apareceu no topo da lista do último “Relatório sobre o Futuro do Trabalho” do Fórum Econômico Mundial. Afinal, em um curto espaço de tempo, nos deparamos com inúmeros desafios gerados pelo cenário de pandemia, o que demandou de todos uma dose elevada de análise e inovação.

Em segundo lugar, tivemos a habilidade de aprendizagem ativa e estratégias de aprendizagem, pois tanto empresas, como pessoas, precisaram aprender de forma rápida e eficaz a lidar com tais desafios.

Resolução de problemas complexos ficou em terceiro lugar. Complexidade proveniente da necessidade de lidar simultaneamente com múltiplas demandas, como por exemplo: equilibrar saúde pública e equilíbrio econômico-financeiro, no caso do governo, ou produtividade e bem-estar, no caso das pessoas.    

Pensamento crítico e análise ocupou o quarto lugar no ranking. Lidar com uma imensidão de informações divergentes começou a impactar em nossa capacidade de fazer escolhas e tomar decisões.

O quinto lugar ficou para criatividade, originalidade e iniciativa, que foi quase um convite, ou talvez uma intimação, quando nossos lares foram invadidos pelo nosso trabalho em home office.

Estas são apenas as 5 primeiras de um ranking de 15 habilidades apontadas pelo Fórum Econômico Mundial como essenciais para o Futuro do Trabalho. Também destaca que o potencial no crescimento em adotar novas tecnologias é dificultado pela escassez de habilidades e pela e incapacidade para atrair o talento certo.

O relatório também mostra que a procura por qualificação de profissionais desempregados está mais direcionada às habilidades digitais como: análise de dados, ciência da computação e tecnologia da informação, enquanto profissionais empregados focam mais em habilidades comportamentais. Observa-se um significativo aumento na demanda por desenvolvimento pessoal, bem como para cursos de saúde mental. Vale mencionar que durante 2020 emergiram as habilidades de autogestão, como aprendizagem, resiliência, tolerância ao estresse e flexibilidade. Isto reforça descobertas anteriores sobre a importância do bem-estar para gerenciar e trabalhar remotamente.

A tendência de aquisição de aprendizado híbrido, misturando a oferta de treinamento por parte das empresas, com a aquisição de aprendizado por parte dos profissionais, também é apontado como uma tendência.

Portanto, o desafio das empresas em requalificar suas equipes e dos profissionais em se qualificar ainda estará bastante presente em 2021. Nesse cenário empreendedores e profissionais independentes começam a identificar oportunidades no mercado e ganhar espaço de atuação.

DICAS PARA DESENVOLVER A HABILIDADE DE PENSAMENTO CRÍTICO, ANÁLISE E INOVAÇÃO

Cuide do corpo, para não comprometer sua capacidade de sentir o momento presente;

  1. Fique atento em como suas emoções interferem na sua análise;
  2. Entenda que sua mente não é você, mas um instrumento poderoso que você deve aprender a usar a seu favor;
  3. Cuidado com o efeito manada e com as fake News. Ao receber uma informação, observe a intenção da fonte e procure fatos que contraponham essa versão;
  4. Vá além de reproduzir informações. Desenvolva a capacidade de inovar e colaborar com seus pensamentos.

Por Rebeca Toyama – Fundadora da ACI

0 IMG_1756
ACI e Lar Sírio
Livro Carreira Saudável 05
Congresso 03

Aulas Gratuitas

Comece sua jornada agora mesmo com nossos conteúdos sem custo!